Asia on Fire


Deixe um comentário

K.A.R.D continua seu processo de digievolução com o porygon concept de “Red Moon”

O K.A.R.D foi uma das surpresas mais inesperadas que o kpop me proporcionou nos últimos anos. Como assim um grupo co-ed (!) da DSP (!!) lançando tropical house (!!!) traria hino atrás de hino pro kpop? E foi muito gratificante ver tudo isso sendo recompensado com todo o sucesso que o grupo pôde experimentar no ocidente, principalmente na América Latina, só foi uma pena mesmo que a DSP tenha sito tão burra ao achar que dava pra jogar no automático com o grupo ao lançar o mesmo som tropical sem inovações, o que resultou na sem graçíssima Ride On The Wind, que acabou diluindo um pouco o appeal do grupo pra muita gente. Felizmente eles pareceram ter tomado noção disso ao dar um revamp no grupo com Bomb Bomb, que ainda manteve uma sonoridade tropical, mas dessa vez bem mais puxada pro hip-hop farofa que a gente é acostumado a escutar no kpop. Depois disso veio Dumb Litty, que por sua vez já deixou a vibe tropical que veio a ser a identidade do grupo totalmente pra trás, e Red Moon parece ser apenas a continuação natural desse processo:

Continuar lendo


4 Comentários

Após passarem um ano sumidas, LOONA está de volta arrancando perucas em “So What” #NuncaDuvidei

so what capa

Caso você não more debaixo de uma pedra, você provavelmente estava sabendo que o LOONA teria seu comeback hoje depois de um logo período de hiato (mais precisamente um ano, o que equivale a duas décadas em idade de pop ocidental). Isso porque Jaden Jeong, o cara que encabeçava a parte criativa do projeto, tinha saído da empresa levando os produtores do grupo junto com ele, o que fez o fandom do kpop ter entrado em síncope de uma maneira que eu não via fazia muito tempo. É claro que os teasers flertando perigosamente com a vibe do ITZY só adicionaram mais gasolina na treta, e ai começou toda uma tempestade de merda com todo mundo dizendo que a música ia ser ou um hino, ou uma merda, ou ainda que o grupo sempre foi uma merda. É claro que eu também perdi a fé na humanidade durante um tempo e eu mesmo entrei em desespero interno, mas depois de uma espera que parecia não ter fim, So What finalmente saiu, e…

Continuar lendo


5 Comentários

Plantão JBJ: por onde andam os membros no pós-disband? #2

plant'ao jbj 2.png

Olá humanos e joyfuls! Daí que eu esqueci por uns dias que tinha um blog, mas o KelG desesperadíssimo respondendo meus posts ontem me lembrou que eu tinha que atualizar isso aqui e tals, então lesgou! Aliás, eu já tinha feito um pacotão sobre os lançamentos do JBJ lá atrás, mas como eu sei que eu vou ficar fazendo isso toda hora, vou aproveitar pra fazer um plantão logo (inclusive tenho que ir correndo na primeira edição pra editar o título, rsrs). Ahem! Dessa vez os lançamento foram mais escassos então eu talvez vá precisar tirar leite de pedra aqui, mas vamos lá, começando pelo primeiro comeback do JBJ95 com “Awake”:

Continuar lendo


17 Comentários

BLAZE FEATS: Comentando os marcos do Jpop durante a era Heisei e a nova era imperial do Japão – feat. Shigatsu (Parte 1/2)

MODELO BLAZE FEATS.png

Olá humanos e AKBzeiros! \o/ Aparentemente a Coréia decidiu que não ia lançar nada relevante durante esses dias, o que tornou difícil tirar leite de pedra pra comentar sobre kpop aqui, então eu achei uma boa hora pra revisitar o jpop e ver o que eu andei perdendo ultimamente (tanto pela preguiça de escavar durante 2 horas até achar algo legal quanto pela falta que o Asian Mixtape faz na hora de panfletar as pérolas). A, e como eu queria poupar tempo e esforço entregar um conteúdo de qualidade pra vocês, eu resolvi chamar uma convidada especial: a nossa ilustríssima Shigatsu, jpopeira mór dos K7s, que SIM, está viva (apenas com preguiça de logar na conta do wordpress). Esse post também vai marcar o primeiro feat do Asia On Fire, e a estréia de um novo quadro aqui: o BLAZE FEATS! Deixem ai nos comentário caso vocês queiram que eu chame alguém específico pra comentar alguma coisa comigo (ou se autopanflete pra esse papel -q). Pra vocês não se perderem, a Shigatsu é a Koda Kumi sensualizando com classe na capa de Is This Trap? e eu sou a Hyoyeon morrendo sufocada por um pato:

Continuar lendo


7 Comentários

Reviews On Fire: BTS – MAP OF THE SOUL: PERSONA

Olá humanos e armys! Como prometido pra vocês, aqui vai o album review do último lançamento físico do BTS, o Map Of The Soul: Persona. A essa altura do campeonato ele provavelmente já vendeu 89 milhões de cópias e foi colocado como o melhor/pior ep do kpop, como de praxe. Mas e ai, será que o album manteve a qualidade do lead single? Será que ele foi só uma bagunça feito os últimos? Quão forte o RapMon vai carregar os outros nas costas? Veremos a-g-o-r-a:

Continuar lendo


13 Comentários

BTS aposta no retrô com “Boy With Luv” e acerta em cheio. Trazem Halsey tendo espasmos musculares à tiracolo

Boy with Luv capa_000000

Eis que chegou um momento único e muito conhecido pelos kpoppers: o dia em que o BTS tem comeback, onde todo mundo se prepara pras trocentas acusações de uso de bot com as armys tentando quebrar o recorde de views da vez, subcelebridades e artistas relevantes tentando fazer uma média com os armys no twitter e uma enxurrada de comentários exageradíssimos sobre como eles são a melhor/pior coisa que já pisou na Terra. É claro, no meio de todo esse tiroteiro, sobram alguns gatos pingados tipo eu, que só querem saber se a música prestou ou não (coisa que a maioria das pessoas tá parecendo ignorar ultimamente), e isso a gente vai conferir agora:

Continuar lendo


9 Comentários

BLACKPINK está de volta pro seu comeback secular. O evento da vez é um remix de DDU DU DDU DU

kill this love capa_000000

Então né, aparentemente os planetas se alinharam de novo e eu perdi, porque o BLACKPINK tá de volta com seu segundo mini album (em quase 3 anos rsrs) e o single promocional da vez, Kill This Love. E olha, eu sei que a YG só finge que se importa com elas e tals, mas dessa vez tá difícil:

Continuar lendo