Asia on Fire

Pocket Deusas finalmente têm sua segunda vinda à Terra com “Oppa é um APink”. Humilham o 10º escalão das girlbands

9 Comentários

pete burns

Pois é gente, vocês podem não acreditar, mas o Pocket Girls finalmente teve seu comeback, depois de DOIS ANOS desde o último (e único) single, a icônica Bbang Bbang, uma das faixas mais magistrais do kpop e hino oficial da nugulândia capopeira. Eu não estava esperando nada que chegasse aos pés do icônico debut (que já foi exaltado aqui antes), até porque dificilmente alguém lançará algum guilty pleasure tão poderoso assim em um bom tempo. Mas ó, se Oppa é um Ikon não está tão maravilhosa quanto Bbang Bbang, o clipe pelo menos tá uma coisa tão horrorosa que dá gosto de ver:

Sério ❤ , se pra Bbang Bbang elas ainda tiveram o luxo de mandar uma pseudo-historinha com o chamei-minhas-migas-pra-me-vingar-do-meu-ex-concept, e ainda conseguiram alugar aquele galpão que já foi cenário pra MV de todos os grupos do kpop, pra Oppa é um AKB48 elas foram ainda mais baixo e seguiram a rota de toda girlband nugu. No caso, alugar algum resort/doca/casa de praia no finzinho do verão e horas antes de uma tempestade, de maneira que a concorrência seja zero e elas consigam gravar tudo do clipe no local sem precisar pagar mais que 10 reais por hora.

E ainda tivemos efeitos especiais tão poderosos que deixariam os editores da DSP em choque com tamanha modernidade. Rainhas ❤ . Sinceramente, qual será o próximo passo na carreira delas? Gastar a bateria da tecpix e uns 10 reais pra mandar uns twerks em uns três fundos diferentes num estúdio? Dance practice no Shopping da esquina com câmera fixa enquanto humanos normais fazem comprar ao fundo? Cada uma levar um móvel de casa e uns 5 balões de festa pra ornar a garagem da empresa enquanto as gostosas rebolam na frente? São tantas possibilidades ❤ . Sem falar na coreografia totalmente pensada na família tradicional coreana, com movimentos de extrema complexidade…

…refinamento…

…e elegância!

Sinceramente, não dá pra pedir muito mais do que isso. Acho que só o icônico combo de twerk com meia-descida na boquinha da garrafa mesmo, que elas usaram nos lives, mas esqueceram no churrasco na hora da gravação do MV:

foquem na gata de cabelo rosa ❤

Tudo teria ficado ainda mais #lacrante e #tombativo… mas não é como se elas não compensassem isso com as cenas icônicas em que elas apontam pras latas de lixo com cara de bravas, né? Eu ia dizer que eu ia usar isso toda vez que o Apink tivesse comeback, mas certas pessoas sem criatividade e sem luz interior resolveram plagiar minha ideia antes mesmo de eu postá-la, então fiquem com as versões evoluídas dos gifs ai:

Façam bom uso ❤ . Uma pena mesmo que a Soyeon peituda e a mina dos olhos artificiais saíram do grupo antes disso aqui, eu fiquei bastante curioso pra saber como ficaria tudo isso se elas fossem forçadas a expressar emoções, mas não é como se as substitutas fossem pouca merda né? Tem lá a cota de integrante normal que a ruiva preenchia (logo, ela será a primeira a rodar), a rapper horrível (e peituda) que faz Yura e Sehun parecem deuses do rap em comparação… só faltou mesmo alguma gata que exagerou na blefaroplastia pra ser a sucessora natural da mulher-filé, mas na falta de uma, a gente ganhou essa mina de cabelo rosa ai, cujo formato do rosto é um tanto… peculiar.

Isso, é claro, sem falar na ilustre presença de Pete Burns RAINHA sendo a única integrante original do grupo (Hyemi who?). Sem falar que novamente foi ela a dar berros maravilhosos no pré-refrão da música, enquanto a gata exibe um rosto chocantemente mais humano que o visto em Bbang Bbang.

❤ Bias ❤

Aiai… no meio disso tudo eu até esqueci de falar da música né? Ela honestamente é uma versão mais fraca de Bbang Bbang, mas quem é que liga não é mesmo? Sem falar que isso ai deve pegar pelo menos um top 3 no incrível ranking de farofões nugus de 2017. Até porque né? Elas tem quem de concorrência além de Mulher-Melão? Pois é.

No momento eu estarei aguardando pacientemente o retorno delas voltando com mais farofa trash genérica e com um MV ainda mais pobre daqui pra 2019. Com sorte Pete Burns permanece no grupo até lá, se consagrando de vez como a nugu mais persistente do kpop. Vão, Pocket Girls!!1

 

Autor: Sowon Xiita

milho

9 pensamentos sobre “Pocket Deusas finalmente têm sua segunda vinda à Terra com “Oppa é um APink”. Humilham o 10º escalão das girlbands

  1. HAHAHAHAH destreza e elegãncia ao andar de salto não é pra todas!

    Curtido por 1 pessoa

  2. roubei o gif do apink :v

    Curtido por 1 pessoa

  3. “Oppa é um APink/Ikon/AKB48” 😂😂😂

    Poxa eu achei as meninas novas tão bonitinhas! Rainhas de Outubro ❤

    Curtido por 1 pessoa

  4. Pingback: BBANG BBANG, Pocket Girls: Melhor que Twice, BlackPink, SNSD e 2NE1… Uma revolução nostálgica no k-pop feminino | Navegando na Nugulândia 1.01 – Aquário Hipster

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s